domingo, 18 de Fevereiro de 2018

Notícias / Regionais

Tráfego é liberado em rodovia após chuva levar parte da pista, passagem da rodovia SP- 383 foi reaberta no trecho de Juliânia

09/02/2018

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) liberou por volta das 16h30 desta sexta-feira (09), o tráfego de veículos no trecho interditado da Rodovia estadual Miguel Gantus (SP-383), na altura do distrito de Juliânia. A rodovia liga os municípios de Tupã/Herculândia/Queiroz.

 

O local estava interdidatado há exatos 16 dias após ruir, durante a madrugada do dia 24 janeiro, provocando a morte de dois moradores em Queiroz.

 

No local, além da reconstrução do aterro de sustenção da tubolação do lado de Queiroz, o DER também implantou quatro redutores de velocidade (dois de cada lado do rio Iacri).

 

A sinalização no local também foi refeita com o estabelecimento de velocidade máxima de 30 Km/h e alertas de “área sujeita a inundação e barro na pista”.

 

Também dos dois lados do rio, há pequenas concentrações “localizadas” de areia sobre parte da pista e os montes de terra e sinalização de desvios, nas duas extremidades do trecho interditado, também não foram retirados.

 

O novo aterro, como nas outras vezes que foi destruído, recebeu novo acabamento asfáltico.

 

Mortes

 

A cabeceira do lado norte (lado de Queiroz) da passagem, feita por um tubo de concreto de 32 m2, para a passagem do Rio Iacri, na ligação Tupã/Herculândia/Queiroz, em Juliânia, foi arrastada pela quarta vez, desde 2016, na madrugada do último dia 24.

 

No acidente morreram Valmir Antonio, o Barrinha, 61, que dirigia a uma caminhonte placas de Sertãozinho, e seu acompanhanente João Paulo, 30, ambos moradores de Queiroz.

 

Pelos danos sofridos pelo veículo, na parte da frente, é provável que 'Barrinha' tentou passar pelo local alagado, sem conseguir ver que o aterro já havia sido levado e, na verdade, existia um buraco, no local.

 

Os corpos dos dois foram encontrados dentro do veículo que foi parar (só com as rodas traseiras de fora), pelo menos 200 metros, abaixo da rodovia.

 

Tupã Noticias/ com Nilton Mendonça

 

Veja também:
© Copyright 2012 TUPÃ NOTÍCIAS - Todos direitos reservados