sábado, 22 de Novembro de 2014

Notícias / Regionais

Japonês que morreu atropelado em Bauru e sepultado como indigente

12/02/2014

Vivo, o andarilho japonês conseguiu a atenção de algumas pessoas mais solidárias que tentavam, em vão, tirá-lo das ruas. Porém, foi após a morte, que ele conseguiu mostrar que existe muita gente boa. O misterioso homem, que foi atropelado em posse de R$ 6 mil, foi enterrado nesta quarta à tarde como indigente.

O taxista Marco Antônio Moreira, 44 anos, que faz ponto  na rodoviária de Bauru relatou que, há cerca de seis meses, uma moça foi até o local e se apresentou como filha do andarilho. Ela disse que era de Marília.

 

O taxista ainda conta que, frequentemente, via uma pessoa levando dinheiro e roupa para o homem. Apesar de dizer que não tinha família, ele se emocionava quando o assunto era esse.

 A história misteriosa começou no último fim de semana. O andarilho foi atropelado na avenida Nações Unidas em Bauru. Ele foi atingido por uma caminhonete, chegou a ser socorrido, porém morreu no local. Uma pessoa ouvida por uma  Jornal de Bauru chegou a dizer que o nome da vítima era Shigueo Akira, mas nada foi comprovado.

 O condutor do veículo disse que não conseguiu evitar o acidente. No momento da colisão, o andarilho vestia sete blusas. Quando a equipe médica retirou as peças de roupa, encontrou centenas de cédulas e moedas espalhadas pelos bolsos, totalizando R$ 6.015,96.

O dinheiro segue apreendido pela Polícia Civil. Muitas pessoas pediram que o montante fosse usado no velório da vítima. Porém, é algo impossível por lei. O valor fica depositado em conta judicial e, caso não surja nenhum familiar, vai para o Estado.

 As impressões digitais foram colhidas e, caso a vítima tenha retirado algum documento no Estado de São Paulo, as respostas devem vir ainda este mês.

Fonte: Jornal da cidade – Bauru 

Veja também:
© Copyright 2012 TUPÃ NOTÍCIAS - Todos direitos reservados